Mixikó

"Apesar de tantas provações, a minha idade avançada e a grandeza da minha alma fazem-me achar que tudo está bem." Sófocles, Édipo

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa

"Esse Universo enfim, sem dono, não lhe parece estéril nem fútil. Cada grão dessa pedra, cada estilhaço mineral dessa montanha cheia de noite, forma por si só um mundo. A própria luta para atingir os píncaros basta para encher um coração de homem. É preciso imaginar Sísifo feliz". Camus,O Mito de Sísifo

terça-feira, outubro 31, 2006

Ontem tive uma nova cadeira: Controlo de Gestão em RH...Acho que o prof. viu pânico na minha cara enquanto falava de indicadores de (con) gestão...e tratou de dizer que não nos preocupássemos pois seria pacífico. E a seguir rematou com um: -vamos ter um trabalho de grupo por semana...(como????????????), "será mais dinâmico assim, porque sei que estão cansados, afinal já são 22H00" (será que o facto de eu estar sempre a bocejar, com a cabeça encostada à parede e com cara de sono, teve influência no que ele disse?
Bahhhhhhhh...ao trabalho.Beijos per tutti

P.S.Gostava de saber porque há tanto gajo que gosta de se ouvir...apre...irra...não...não estou a falar dos Profs.

segunda-feira, outubro 30, 2006

No final...

Mixikó num jantar em sua casa, mais um casal de franceses...
A conversa está animada...my little T. pergunta se a rapariga é mesmo amiga ou namorada do C...e como mentir a uma criança que é muito observadora?Não dá nei...
Enquanto o C., a J. e o C. bebem cerveja, Mixikó e a francesa bebem uma garrafa de vinho tinto. A Mixikó fala. A francesa fala, fala. Mixikó ri e ri e diz que o vinho é bom, que nem se dá por ele. Little T.vai fazer óó. A francesa bebe e bebe. A Mixikó boceja. Olha para a francesa e para a garrafa...às tantas a francesa "rouba" o copo de cerveja ao namorado e diz que quer provar...Mixikó nem ousa tocar na cerveja, seria o seu fim... a francesa não deixa no entanto, o namorado beber o vinho, diz que é só para mim e para ela (mas uma garrafa??Não dava??eheheh). Resultado: a francesa ainda bebe mais, a Mixikó já tinha encostado à box...mas também com dois -martini-Bianco- duplos antes do jantar...assim não dá para aguentar o vinho, digo eu...que já ressonava em pé...raios dos franceses (que não nos oiçam)...começam a beber antes do jantar (na hora do lanche...eheheheh, isto lembra-me qualquer coisa...ainda bem que as férias acabaram...senão, não andava...rebolava... com tanto aperitivo), e depois acabam lá para as 2 da matina...e a malta tem de acompanhar...mesmo sem a pedalada deles...

E no final...no final sentimos que vale sempre a pena...esses reencontros...pois nem damos pelo tempo passar...trocam-se copos...conversas...recordações...sorrisos...afectos...partilham-se disparates...e o mundo lá fora gira...cá dentro...viajamos sem sair do mesmo lugar...e que bem que faz bem ao espírito.


E para começar o dia...a nossa...Bacall
E porque o olhar diz muito...
Prendam-se, na magia de um olhar...

sexta-feira, outubro 27, 2006

Cartas inéditas a Rubén Darío... de Juan Ramón Jiménez

Excerto de Cartas Inéditas de Juan Ramón Jiménez,
Prêmio Nobel de Literatura 1956 - "Pela poesia lírica escrita em espanhol, a qual constitui um exemplo de elevada espiritualidade e pureza artística"

"Querido maestro:
(...) siento hondamente no estar con usted a orillas de ese mar de mi terra; sobre todo no estar con usted, porque el mar espera siempre. Qué versos ha echo usted en Málaga?Supongo que el Mediterráneo no dejará de poner su azul en muchas rimas de usted. Por qué no me manda algo de ese mar?"
In, El Cultural (Madrid, 1903)

"(...) En fin, el asunto es soñar, pensar y cantar de un modo o de otro, pues que en todas direcciones puede encontrarse la belleza absoluta; ir arrancando las mejores rosas por todas las avenidas del destino"
In, El Cultural (Moguer 1911)

quinta-feira, outubro 26, 2006

A outra face de Janus...e porque o saber não ocupa lugar

JANUS deus romano, era uma divindade com duas cabeças olhando em direcções opostas, como podem ver na figura (Busto de Janus, no Vaticano)....Porteiro celestial responsável por todas as portas que se abrem e se fecham. Deus do inicio de tudo, dos deuses, dos homens, das passagens (representa a visão do passado e visão de uma nova era). Associado à mudança para um estado de maior conhecimento, quer seja intelectual ou material... (deu origem ao nome do mês de Janeiro, do Lat. januariu < Janu, Jano, mês que "olha" para os dois anos, o que passou e o novo ano).
Se tiverem algo mais a acrescentar ou a corrigir...please do it..
Beijos per tutti

segunda-feira, outubro 23, 2006

A uma rapariga...

Num dia menos bom, recebi este poema de um amigo.
Hoje, é a minha vez de o dedicar a uma amiga:

Abre os olhos e encara a vida! A sina
Tem que cumprir-se! Alarga os horizontes!
Por sobre lamaçais alteia pontes
Com tuas mãos preciosas de menina.

Nessa estrada de vida que fascina
Caminha sempre em frente, além dos montes!
Morde os frutos a rir! Bebe nas fontes!
Beija aqueles que a sorte te destina!

Trata por tu a mais longínqua estrela,
Escava com as mãos a própria cova
E depois, a sorrir, deita-te nela!

Que as mãos da terra façam, com amor,
Da graça do teu corpo, esguia e nova,
Surgir à luz a haste de uma flor!...

Florbela Espanca, Charneca em Flor (1930)

sábado, outubro 21, 2006

Gauguin

"Não copies demasiado a natureza, a arte é uma abstracção: tirem-na da natureza, sonhando perante ela, e pensem mais na criação do que no resultado"

sexta-feira, outubro 20, 2006

Se depois de eu morrer…

Se depois de eu morrer, quiserem escrever a minha biografia,
Não há nada mais simples
Tem só duas datas — a da minha nascença e a da minha morte.
Entre uma e outra cousa todos os dias são meus.

Sou fácil de definir.
Vi como um danado.
Amei as cousas sem sentimentalidade nenhuma.
Nunca tive um desejo que não pudesse realizar, porque nunca ceguei.
Mesmo ouvir nunca foi para mim senão um acompanhamento de ver.
Compreendi que as cousas são reais e todas diferentes umas das outras;
Compreendi isto com os olhos, nunca com o pensamento.
Compreender isto com o pensamento seria achá-las todas iguais.

Um dia deu-me o sono como a qualquer criança.
Fechei os olhos e dormi.
Além disso, fui o único poeta da Natureza.

Fernando Pessoa/Alberto Caeiro; Poemas Inconjuntos; Escrito entre 1913-15

P.S. Alguém me sabe dizer, onde poderei encontrar o “Último Homem” de Murnau?

Na falta de melhor...AGAIN...

-O que vai ser hoje?Nao temos chá...(era isso que eu ia perguntar)
- um galão...(caim,caim,caim)
- e? (mas o homem está verdeeeee, está a transformar-seeeee)
- mais nada...(aiaiaiaiai)
-Nada não, menina.Coma.O que vai ser hoje?(ou leva nos c...)
-Nada, obg. (que parte do nada, é que ele não percebe?)
- O que vai ser hoje?Você tem de comer, assim não se aguenta.O seu marido não a obriga a comer?Tem de se alimentar...não pode continuar assim...(ehehehehehahahahahahahah)
- um bolo...(acreditem, só para não ouvir, peço um bolo...ele não sai da nossa mesa enquanto eu não peço algo para comer...acho que não é uma questao de querer vender, é mas é por ser um ganda chato).
Mas,concordo com os v/comentários...se eu n lhe fizesse a vontade, nada disto acontecia...por causa disso, vou abrir a janela aqui do 6º e saltar...

P.S. dagarman, não foi numa obra...(pior ainda, n?)... foi à saída das Amoreiras...pior mesmo, foi uma vez, à saída das Amoreiras tmb, um tipo (esta, nunca mais me esqueci...eheheheheheh), um francês, passa por mim e pergunta se falo Inglês ou Francês...e pergunta-me as horas. Eu digo, e qual o meu espanto, quando o tipo me convida para almoçar, porque não conhecia nada disto...ahahahahaheheheheheheheheheehehe...há de tudo...escusado será dizer que nem lhe respondi...

quinta-feira, outubro 19, 2006

Qualquer dia temos casamento...lol

Estou a deitar comida pelas ventas...volta e meia o tipo do café volta à carga:
-Queria um chá...
- Chá não temos, beba leite (acho que ele faz de propósito), e não me diga que não vai comer, menina (ó homem deixe-me da mão, p.f.)
-Pois...Estou sem fome ainda...
-Deixe-se disso, não faça dietas (mas eu não faço), coma menina, tem de se alimentar (será que tenho cara de esfomeada?eheheheheheh)
- Eu não faço dietas, ainda é cedo para comer.
-Tem de comer. Se me dessem agora 3 pregos comia (aiaiai, outra vez socorro, alguém pode dizer a este senhor que me desampare a loja?)
-Glup...bom, traga lá um bolo então...(só para não ouvir mais nada, apre, irra)
-Eu estou sempre a comer, temos de comer bem logo de manhã menina (porque raio ele não fala com a minha amiga, só comigo?Ela até já me goza e diz que qqr dia o homem pede-me em casamento...ou então...saio de lá a rebolar...eheheheheh

P.S. Ontem ia a passar na rua e ouvi ISTO: já não ouvia há um bom tempo e é horrível: - " eiii bebé "
Bebé???????Que nojo, será que os gajos pensam que tem piada, dizer isso a quem não conhecem?Bebé??Dá-me vontade de rir na cara deles e dizer que Bebé é o c......

Quero ser um Televisor ...

Republico aqui do www.100-stress.blogspot.com...
A professora pediu aos alunos que fizessem uma redacção subordinada ao tema: O que gostaria que Deus fizesse por mim...À noite, ao corrigir as redacções, ela deparou-se com uma que a deixou muito emocionada. O marido, ao entrar em casa notando-a emocionada pergunta: "O que aconteceu?" Ela respondeu: "Lê".

Era a redacção de um menino."Senhor, esta noite peço-te algo especial: transforma-me num televisor.Quero ocupar o lugar dele. Viver como vive a TV da minha casa. Ter um lugar especial para mim, e reunir minha família ao meu redor...
Ser levado a sério quando falo... Quero ser o centro das atenções e ser ouvido sem interrupções e sem perguntas.Quero receber o mesmo cuidado especial que a TV recebe quando não funciona.Ter a companhia do meu pai quando chega a casa, mesmo que esteja cansado.E que minha mãe me procure quando estiver sozinha e aborrecida.E que os meus irmãos "briguem" para estar comigo.Quero sentir que a minha família deixa tudo de lado, de vez em quando, para passar alguns momentos comigo.E, por fim, que eu possa divertir todos.Só quero viver o que vive qualquer televisor!"

Naquele momento, o marido de Ana Maria disse: "Meu Deus, coitado desse menino. Que descuido o desses pais".E ela responde-lhe: "Essa redacção é do nosso filho".
Os pais têm resolver não na agenda, mas na cabeça, a falta de tempo que têm para os filhos....

quarta-feira, outubro 18, 2006

Já alguma vez experimentaram deixar cair papeis no chão, só para ver se alguém vos ajuda a panhar?As pessoas não se mexem...é incrivel...a malta nova só um ou outro apanha os meus papeis, não vá darem cabo da gravatinha...lol...nota-se que os mais velhos são sempre os mais atenciosos...aqueles giraços de cabelo grisalho...são tão encantadores...agora se eu fosse uma louraça de 2 metros e com um bruto "airbag"...não havia papel que chegasse para tanto gajo atencioso...ehehehehehehe

Bad..Bad...Bad...

Ontem no ISEG (Instituto Superior de Economia e Gestão), fiz das minhas...lol...que não se faz a ninguém...Eu tinha guardado uns apontamentos para uma colega, mas como ela já tinha, resolvi dar a outro. Eis que chego ao pé dele na sala e digo:
- Pedro, toma...nao tens...podes ficar com estes.
- Pedro?????????????????Estamos aqui há uma carrada de meses e não sabes o meu nome?
- upsss...Como é que te chamas mesmo?Paulo...Paulo..desculpa...(estava bem era a dormir já)...
-Bem...trocas-me o nome...mas, ainda me dás uns apontamentos do Prof...acho que dá para te perdoar...(uffffffffffffffffff)

Porque não páro para pensar, antes de abrir a boca?
Acho que a pior de todas foi uma vez (eu devia era de ter vegonha na cara e não contar...), com um colega do Exército...um puto impecável...depois de saírmos de lá, mantivemos o contacto...e uma vez, contou-me que o pai tinha falecido...passado uns largos meses, liga-me p irmos almoçar e eu pergunto por todos e até pelo Pai...(nãoooooooooo...fizeste mesmo isso??Sim...fiz...que barraca), ao que ele me responde: "o meu pai?Mas o meu Pai já morreu...eu contei-te"...aiaiaiaiai...só queria ter um buraquinho para me esconder......parece que estou a gozar c as pessoas, que não ligo nenhuma...foi muito mau...

terça-feira, outubro 17, 2006

Uma colega virou-se ontem para mim, em conversas de gajas e pergunta:
- tu vestes o número 32 não é?De calças...
- Não, 36...
- 36??????(desconfiada, como se eu estivesse a mentir)
Epá...sou Olivia Palito ma non troppo...
Gajas...volta e meia insistimos nestes temas altamente filosóficos, mas numa linguagem acessível a todos...é a chamada conversa intelectual da turma da Mónica (sem ofensa pá Mónica dentuça...lol)

sexta-feira, outubro 13, 2006

Foi feitiço...

Eu gostava de olhar para ti
E dizer-te que és uma luz
Que me acende a noite
me guia de dia e seduz

Eu gostava de ser como tu
Não ter asas e poder voar
ter o céu como fundo
ir ao fim do mundo e voltar

Eu não sei o que me aconteceu
Foi feitiço! O que é que me deu?
para gostar tanto assim de alguém como tu

Eu gostava que olhasses para mim
E sentisses que sou o teu mar
Mergulhasses sem medo um olhar em segredo
Só para eu te abraçar

O primeiro impulso, é sempre mais justo
É mais verdadeiro.
E o primeiro susto, dá voltas e voltas
Na volta redonda de um beijo profundo

André Sardet

quinta-feira, outubro 12, 2006

Quééé deles?

No outro dia, estava à espera para pôr gosolina no carro,(havia de ser em mim), quando vejo dois motões dos geninhos mesmo ao meu lado.E eu pensei, se pensam que me passam à frente estão enganados(do que me fui lembrar, patético, devia ter vergonha),mas estacionaram mais à frente. Um deles, puto novo, foi cumprimentar o Sr. da bomba com dois beijos (vi logo que devia ser o filho, não é preciso ser-se génio). Eu parada na bomba à espera do Sr. e o Geninho a olhar para mim.Até aqui tudo bem.Quando o vejo inclinar-se na minha janela e a dizer: - não se assuste, só estou de passagem(qual foi a pergunta mesmo?eheheheheh), ao que respondi: deu para perceber(bruta comó o raio), e ele continua: "só vim cumprimentar aqui o meu Pai"...

Entretanto eu peço para o sr. me por x e lembrei-me que devia de pôr mais (coisa de gaja,não se lembra de fazer tudo de uma só vez), e chamo o sr. pela janela onde estava quase pendurado o geninho...vai daí diz-me assim: "posso ajudá-la?"(sim, por acaso tenho uma multa que não quero pagar, dá para me tratar disso?ahahahahahah), e continua "eu posso dar o dinheiro ao meu Pai, isto até parece mal, mas vai daqui para a mão dele"...ok, repondi.Obrigada. De repente, lá estava ele quase dentro do meu carro, com a cabeçorra lá dentro a dizer:"não tem de quê"...ehehehehhe...já não se fazem GNR's como antigamente...daqueles brutos estão a ver?

Quando me fui embora, agradeci ao sr. da bomba e disse-lhe que o seu filho era muito educado (só ma faltou, para Geninho...bad,bad,bad), e vejo o geninho a olhar para dentro do meu carro a sorrir...e o pai a gritar: "filho, a senhora está a dizer que és muito simpático"...lol...e lá tenho a cabeçorra do geninho de novo, quase dentro do meu carro: "a senhora também é muito simpática"...e ouve-se uma música de fundo e os passarinhos a cantar...eheheheheheh.Quando vou embora, ainda oiço o pai dizer-lhe"não te esqueças da cara desta menina, para não lhe passares multas"...(ai, isso é que dava jeito...lol).

Isto tudo para vos mostrar, como aos poucos estamos a mudar...até os GNR's...que antigamente eram uns brutos, sem formação nenhuma...para falar conosco, quase que era de baioneta no pescoço...eheheheheh.... Fez-me lembrar da outra vez, a GNR que só faltava mandar-me encostar para me pedir o número de telefone e eu com medo, a pensar "será que não tenho o cinto de segurança posto?"...ahahahah...desculpem lá...mas foi engraçado...já não se respeita uma farda?Lol

quarta-feira, outubro 11, 2006

Again...

Ontem na aula com o tal prof....foi um delírio...puxa, ele sabe da matéria, sabe do que fala, mas está sempre a enganar-se nas fórmulas..raios se ele se engana, imagina eu??Que não percebo um boi daquilo?Assim não dá...Ontem saiu-se com esta: -" tenho mais uns questionários" (dizia aqui um anónimo e bem, isto dos prof nos porem a trabalhar para eles...grrrrr), e a menina rebelde que tanto curto e aqui a je, soltam uma gargalhada descomunal..e ele olha para nós e diz: -"mas estes são diferentes, não é como o outro que não deu em nada"...aiaiaiaiaiaia...tenho vontade de dizer: "ó prof. venha dai, vamos jogar uns matrecos ao Bar que é melhor"...
Estávamos a falar de Demografia, quando surge à baila o porquê das pessoas sairem cada vez mais tarde de cada dos Pais...pela comidinha feita, pela roupa lavada, enfim...Quando o Prof. sai-se com esta : "eu casei-me, e tenho de fazer o meu comer"...eh pá, desculpem lá...uma colega minha diz logo, que mulher casada não é sinónimo de cozinha...ehehehehehe ao que o prof responde: "eu sei, estava a brincar, eu cozinho muitas vezes"...está bonito...Prof. venha daí...vamos mas é aos matrecos...Já estou como o outro:-"anda um gajo a pagar, para isto"...

terça-feira, outubro 10, 2006

Hi...

A minha colega do ISEG,a menina rebelde..é uma curte...Tenho um prof.que se engana nos cálculos na aula...está feito com ela...não posso olhar para ela...lol
Calhou-nos novamente o cromo do prof. do trimestre passado...ele é boa pessoa e vê-se que sabe do que fala...mas, o problema é que não sabe dar a matéria...passa a correr e perde-se no contexto social e económico, o que é óptimo para mergulharmos na realidade do nosso País, mas depois quando volta à matéria está tudo estragado...tou lixada. No trimestre passado, deu-nos um questionário com 10 folhas, para uma pesquisa na qual estava a trabalhar...confesso que não liguei nenhuma, 10 folhas...não tive tempo para aquilo que nem sabia ao certo o seu fim...Ontem, diz-me a menina rebelde na aula:
- sabes aquele questionário qe o cromo,pediu-nos para preencher?
- Sei, eu não preenchi...nunca mais vi interesse da parte dele
- Não é que o cromo virou-se para nós e disse que já não era preciso, que aquilo não deu em nada?
- eheheheheheh
- Bem, um questionário com 10 folhas e não deu em nada?A fazer-nos perder tempo?
Lol...Bem fiz eu...fiquei sugadita...Em contrapartida temos outro, também do trimestre passado que é um espectáculo...não só sabe do que fala, como tem vocação pedagógica...e sempre com casos reais sem nunca se perder...assim, vale a pena aprender...

segunda-feira, outubro 09, 2006

Nada como um belo fim de tarde, na praia...com as crianças...vê-las correr, brincar...para nos desligarmos do mundo...como se não houvesse preocupações, como se não houvesse dor nem mágoa nesta vida...como se não existisse um amanhã...Fim de tarde perfeito...entre o céu, a terra e o mar.São estes pequenos momentos que nos fazem acreditar...que tudo ainda pode ser possível...E que tudo na vida passa, até mesmo o sofrimento...
Há um blog que tenho lido, em que a autora dizia:-"não há bálsamo para esta saudade". Não há bálsamo para nenhuma saudade...daquela em que não podemos mais voltar a olhar nos olhos.Só nos resta o tempo, que tudo apaga...menos as coisas boas...Espero que a autora acredite que um dia tudo vai passar...sem pressas, sem rodopios...mesmo que leve anos...e que num belo fim de tarde,entre o céu a terra e o mar...a dor dê lugar a um outro sentimento...e que a faça sorrir.
beijos per tutti

sexta-feira, outubro 06, 2006

Escrtiora Británica, Zadie Smith...

"Si me pregunta que pienso de las mujeres muy jóvenes, la verdad es que me parecen bastante horribles. Creen que no necesitan ser nada más que guapas.Pero crecerán y entonces serán mejores"
In El Cultural (El Mundo)

quarta-feira, outubro 04, 2006

Este verão, estive com um amigo de liceu...é sempre bom reencontrar os velhos amigos...este meu amigo é um gajo fantástico...e é para ele que escrevo, embora saiba que nunca vai ler...Perdeu os pais na adolescência, e por isso teve de aprender a lutar sozinho e o que sempre admirei nele, é que mesmo assim nunca perdeu o encanto pela vida...na sua maneira de ser e de estar...Disse-me, que eu era e seria sempre especial...eu sabia que sim...que isso não era dito da boca para fora, só para agradar...Hoje resolvi dedicar-lhe estas palavras...Também és especial para mim...pela sinceridade que sempre revelaste,pela tua maneira positiva de agarrar a vida,por tudo o que conseguiste com o teu esforço, bem sei...e por muito mais, deixo aqui um esboço do meu afecto por ti.

terça-feira, outubro 03, 2006

Ganda malha...leiam Blueberry...eu gosto.

segunda-feira, outubro 02, 2006

Miss u...


- Olá, liguei para te ouvir...
- Então, com saudades?
- Sim, tenho saudades tuas...

É bom...receber assim um telefonema inesperado de alguém que gostámos, mas que já não vemos tanto.
É tão bom receber estes miminhos...eu gosto.
Obrigada miúda, por me teres ligado. Estou em falta contigo.

P.S. Para quem deu pela minha ausência(é sempre bom, sentir que dão pela nossa falta), estive com uma gripe daquelas...
Mas, já estou fina. Beijos...muitos...