Mixikó

"Apesar de tantas provações, a minha idade avançada e a grandeza da minha alma fazem-me achar que tudo está bem." Sófocles, Édipo

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa

"Esse Universo enfim, sem dono, não lhe parece estéril nem fútil. Cada grão dessa pedra, cada estilhaço mineral dessa montanha cheia de noite, forma por si só um mundo. A própria luta para atingir os píncaros basta para encher um coração de homem. É preciso imaginar Sísifo feliz". Camus,O Mito de Sísifo

quinta-feira, fevereiro 23, 2006

A todos um bom natalllll…ah, não é ainda?


Não sei que escrever hoje, um gajo também não pode andar inspirado todos os dias pá!
Mas aqui vai:
Ontem ia a passar e ouvi uma conversa entre duas miúdas:
- ela tinha um estilo, nem imaginas.
- era loira?Só pode, com tanto estilo
Desculpem??”era loira, só pode?”
Ehehehehehehehe o que foi que me escapou??
Não sabia que o requisito para se ter estilo, era ser-se loira…eheheheheheheh
As miúdas de hoje em dia…enfim…deixam muito a desejar (não são todas, que a minha mana mai nova, tem conteúdo ao falar, e é gira por dentro e por fora, não fosse minha maninha….eheheheh, elas deviam ter a mesma idade).
E a malta diz…ah são novas e tal…o cacete!
Eu na idade delas tmb não era assim…
Aposto que essa miúda chegou a casa, e a primeira coisa que fez, foi pintar o cabelo de loiro.
Ehehehehehahahahahaha
Sabem que mais??Vou mas é dar um mergulho, óooo pra mim…Até jazz
Beijos

quarta-feira, fevereiro 22, 2006

O Inimigo Público...

Não posso deixar passar este "Inquérito", do que não foi mas podia ter sido...para quem não leu, está o máximo:
"Ficou escandalizado com os passaportes portugueses falsos apreendidos?
Respostas:
-Não é um bocado de papel que os vai tornar descendentes de Viriato. Os portugueses distinguem-se a milhas pelo seu carisma único, pela forte tendência para jogar no Euromilhões e por saberem quem matou o António. (lindaaaa...)

- Passaportes falsos?Não faço ideia, o pior que eu fiz foi tentar passar o cartão do clube de vídeo por passe do autocarro (eheheheheheh...)

- Desde que não haja cartoonistas a tentar entrar no nosso país, tudo bem. Allah fará torresmos e´pézinhos de coentrada desses infiéis! (pois...)

- Fiquei escandalizado foi com o preço a que eles estão! Se não tivesse deixado o multibanco no bolso das outras calças tinha antes comprado o passaporte espanhol, que pela diferença de preço valia bem mais a pena"
Beijos

terça-feira, fevereiro 21, 2006

Balde de água fria…


Hoje vou escrever s/ uma pessoa que gosto, que está mto triste…e eu…fiquei triste por ela…
Apesar de saber que ela não vai ler este meu post, fica aqui a força interior que ela precisa e
espero que como por magia, essa força chegue até ela. Gostava de poder entrar em detalhes, porque ao partilhar experiências aprende-se muito...mas não me parece bem.
Apanhou um balde de água fria,de alguém muito próximo dela.
Eu gostava de dizer que eram escusados esses baldes de água fria, que podiam ser evitados…
Mas como??É impossível prever isso, impossível prever quando somos confrontados com algo, que nos vai magoar e muito. Impossível estarmos preparados para essa hora, seria bom para tentarmos segurar o “nosso” barco…tentar o equilibrio na corda bamba. É impossível prever quando vem a queda de água brutal que nos esmaga de tal forma, que chegamos a pensar que não existe mágoa igual à nossa, no mundo. Somos apanhados de surpresa, e essa mágoa invade-nos o peito e temos a sensação, de que uma força superior a nós, nos puxa para o chão… temos a sensação de que somos um grão de areia, que é pisado por montanhas de gente…Fiquei triste por ela…e também pela sensação de impotência, por não saber que palavras usar ou dizer, para a confortar…porque nada do que se pudesse dizer seria bastante para atenuar a dor que se sentia. Tentei usar argumentos que me pareceram óbvios, mas eu mesma não acreditava no que dizia…Era só para tentar que as lágrimas que lhe corriam na face parassem de correr…Tentei dar-lhe ânimo, dizendo que a dor dela era real, mas que não era única e até enumerei casos idênticos. Mas sabendo cá dentro que com o mal dos outros podemos nós bem…Porque fazemos isso? É terrível…estarmos com alguém que está completamente à nora, despedaçado e começarmos a enumerar outros casos…é horrível…o que têm uns a ver com outros? Nada, absolutamente nada…mas cai-se sempre nesse erro…Dei por mim, a dizer que a dor dela era enorme, que doía sim e muito, mas que não seria o fim do mundo, que disso certamente não morreria…Será agradável ouvir isto??Não sei, mas talvez seja bom, porque é uma forma fria de “ver” as coisas e talvez obrigue a outra pessoa a pensar, porque sabemos que nestas horas, não se consegue pensar…parece que se cai num abismo do qual não há saída…e a única coisa de que nos lembramos é: - mas porquê?? Nunca pensei que isso me pudesse acontecer…E fica-se assim, como que extasiado pela dor…por isso talvez seja bom, umas observações secas para tentar tirar a pessoa desse estado…
Ontem fiquei triste por ela e ainda por cima, é uma pessoa que está sempre a rir, sempre a brincar…O que piora o quadro…vê-la assim nesse estado, enfim…deu-me vontade de voltar no tempo e apagar a sensação que ela teve… A sensação de que tinha levado com um balde de água fria…Espero que tudo se resolva, para ela…já lhe disse…que esse processo faz parte da vida e que nada é eterno… Custa…Dói…dói muito porque não se entende…mas um dia passa…essa dor não vem para ficar.
Por muito que se julgue alguém forte, descobrimos que afinal não era bem assim, porque é duro e não há fortaleza que resista...Mas eu espero que ela consiga ultrapassar e que dê a chamada volta por cima.
Beijos

sexta-feira, fevereiro 17, 2006

Pagophilus groenlandicus, a “amiga do gelo da Gronelândia”.

Por este andar...

Flutuo num mundo submarino de nuvens de gelo encrespadas e desfiladeiros sombrios.
É o ambiente de Inverno do golfo de São Lourenço, no Canadá.
Mal atravessam a superfície das águas, os raios de Sol são logo extintos pelas profundezas cinzentas.
Medusas translúcidas passam à deriva, escravizadas pela corrente.
As focas da Gronelândia aparecem como torpedos fantasmagóricos, no limiar da visibilidade.
Alguns aproximam-se, inspeccionando-me com olhos escuros protuberantes. Um vira-se de cabeça para baixo, revelandono dorso a mancha em forma de harpa que originou o nome comum destas focas em inglês (“harp seal”). Irrompo à superfície num intervalo entre as massas de gelo flutuante. Movimentando-se para cima e para baixo, as focas fêmeas deslizam naquele líquido com pedaços de gelo, parecido com uma margarita, espreitando pelo rebordo para vigiar as crias. Estamos em meados de Março, época alta para as focas da Gronelândia, que migraram 3.200km para sul, desde o Árctico, até alcançar os tradicionais territórios de Primavera no golfo de São Lourenço e ao largo das costas do Labrador e da Terra Nova. Todos os acontecimentos mais importantes das suas vidas – acasalamento, procriação e mudança de pêlo – ocorrem neste lugar, onde as tempestades assolam o mar gelado e as correntes enrugam os bancos de gelo flutuante, construindo um “Stonehenge” branco e enorme.
Há 40 anos, registou-se uma amarga polémica entre os caçadores de focas e os grupos de defesa dos animais sobre a caça às focas da Gronelândia bebés.
De pêlo branco e fofo e olhos negros implorativos, as crias de foca da Gronelândia transformaram-se na mascote do movimento que combatia a caça das focas, simbolizando todos os erros provocados pela exploração humana da natureza. (...)
Com efeito, caçam-se actualmente mais focas da Gronelândia do que em qualquer período dos últimos 35 anos. Atendendo a estas pressões recentes, como tem evoluído a espécie? Poderão os protestos e a legislação garantir o futuro da foca da Gronelândia? Ou estará a Pagophilus condenada ao destino das grandes baleias, cujas populações sobreviventes não passam de tristes vestígios de uma espécie outrora prolífera?

Este é um excerto da reportagem que pode encontrar na edição impressa da National Geographic Magazine – Portugal.

Coragem...precisa-se


Deixo-vos este texto que recebi...vale a pena pensar nisto...

Hoje Recebi Flores!
Não é o meu aniversário ou nenhum outro dia especial; tivemos a nossa primeira discussão ontem à noite e ele me disse muitas coisas cruéis que me ofenderam de verdade.
Mas sei que está arrependido e não as disse a sério, porque ele me enviou flores hoje.
Não é o nosso aniversário ou nenhum outro dia especial.
Ontem ele atirou-me contra a parede e começou a asfixiar-me.
Parecia um pesadelo, mas dos pesadelos acordamos e sabemos que não é real.
Hoje acordei cheia de dores e com golpes em todos lados.
Mas eu sei que está arrependido porque ele me enviou flores hoje.
E não é São Valentim ou nenhum outro dia especial.
Ontem à noite bateu-me e ameaçou matar-me.
Nem a maquiagem ou as mangas compridas poderiam ocultar os cortes e golpes que me ocasionou desta vez.
Não pude ir ao emprego hoje porque não queria quepercebessem.
Mas eu sei que está arrependido porque ele me enviou flores hoje.
E não era dia da mãe ou nenhum outro dia.
Ontem à noite ele voltou a bater-me, mas desta vez foi muito pior.
Se conseguir deixá-lo, o que é vou fazer? Como poderia eu sozinha manter os meus filhos? O que acontecerá se faltar o dinheiro? Tenho tanto medo dele
Mas dependo tanto dele que tenho medo de o deixar.
Mas eu sei que está arrependido, porque ele me enviou flores hoje.
Hoje é um dia muito especial: É o dia do meu funeral.

Morrem 5 Mulheres por mês em Portugal vítimas de maus-tratos!
Lembrem-se, é vital ultrapassar o sentimento de culpa e DENUNCIAR.

quinta-feira, fevereiro 16, 2006

Acreditam mesmo no que dizem??

Ontem ouvi o seguinte:
“As desculpas não se pedem, evitam-se”
Mas, mas, mas...
Pensei que isso fosse algo dos "manuais de procedimento", sabem?
Aquelas frases pomposas que estão escritas algures, mas que não são para usar...
Ou que alguém usa para "aquele" papel...
Haverá mesmo, ainda alguém que leve isso à letra???
"as desculpas não se pedem, evitam-se..."??
Eu não consigo, porque volta e meia tropeço em mim mesma e dou por mim a dizer: desculpa.
Mas e quem não tropeça, consegue evitar dizer desculpa??Existe alguém perfeito?
É engraçado, mas da pessoa de quem ouvi isso, acredito que seja fiel a esta expressão.
Deu-me vontade de perguntar, então e como se faz isso??
É como aquela “Amar é nunca ter de pedir perdão”Ok, vou ali e já volto...
Beijos

There is something about this…


O que leva um homem a ter um esgotamento por causa de uma mulher??
Ou o que leva uma mulher a provocar um esgotamento num homem?? Bem, esta era escusada porque bem sabemos como são certas mulheres...capazes de tudo para conseguir algo, nem que seja o cartão de crédito...
Bad,bad,bad...mas as histórias que me chegam são do pior e isto é o mais soft...
Beijos

quarta-feira, fevereiro 15, 2006

Now kill yourself...eheheheheh

Hoje ouvi a caminho do work "Sign a Little Prayer" de um tipo da Irlanda, Mario Rosenstock Fundador de um programa de humor na... Irlanda....eheheheh
Teve a ideia de imitar Mourinho e levar a piada para o ar e tem tido um grande sucesso:
Tem mais piada ouvir...mas aqui vai a letra...

Do you know some people will like to know
Why are we so successful
And why always that we are winning
And why also they are saying all the time that I am the special one
Well I also have song for this.
[Verse 1]
The moment I wake up (Damien, wake up),
Before I crack open my egg cup (Damien: egg cup),
I sign a little player or two.
While combing my hair now (yes, very nice),
And wondering what coat to wear now (Damien: wear now),
I sign a little player or two.
[Chorus]
Because - forever, forever,
They will stay in my heart and I will love them all.
And whatever - perhaps never,
May be some will not start, it's possible.
But - together, together,
That's how we will be completely, I'm sorry.
And that's how it must be at Chelsea
Believe me, I know these things.
Okay?
[Verse 2]
While eating my sandwich (very tasty),
I call Roman Abramovich (Damien: ovich),
Sign a little player or two (okay?).
And if he doesn't work hard,
I'll probably tell Frank Lampard (Damien: Lampard),
We'll sign another player or two.
[Chorus]
Damien: Yeah but,
Well?
Damien: What about me?
Well Duff uh - believe me, believe me (believe me).
For me there is no other winger but you.
Damien: Really?
Yes, this is true.
Damien: Wow, that's great.
Please love me too.
Damien: Okay,'
Cause I'm in love with you.
Damien: Pretty good.
Now kill yourself,
Damien: Huh?
Do it, do it.
Damien: What? Eh, okay

ahahahahaheheheeeeeheheh...desgraçado do Damien...
Beijos

terça-feira, fevereiro 14, 2006

Em que estado, meu bem, por ti me vejo...


Este post hoje é dedicado à minha cookie,
que voou para longe...
porque sei que ela adora Bocage...

Em que estado meu bem, por ti me vejo,
Em que estado infeliz, penoso, e duro!
Delido o coração de um fogo impuro,
Meus pesados grilhões adoro e beijo.

Quando te logro mais, mais te desejo;
Quando te encontro mais, mais te procuro;
Quando me juras mais, menos seguro
Julgo esse doce amor, que adorna o pejo.

Assim passo, assim vivo, assim meus fados
Me desarreigam d'alma a paz e o riso,
Sendo só meu sustento os meus cuidados;

E, de todo apagada a lua do siso,
Esquecem-me (ai de mim!) por teus agrados
Morte, Juízo, Inferno e Paraíso.

Beijossssssssssssssssssssssssssssssssss

segunda-feira, fevereiro 13, 2006

Fantástico...eheheheh



Sabem as músicas para sonhar da Comercial, com o Pedro Ribeiro.
Pois é...hoje cai na idiotice de cantarolar a música...sim, é verdade eu confesso.
E nada de gozarem, quando eu vos disser de que música se tratava...
Dançando Lambada...yaghhhhhhhhhhghhhhhhhhhhhhh
Eu nem queria acreditar...que ouvia essa música...e mais ainda, que a malta dançava isto, sem dó nem piedade...bem, mas eu não me lembro de ter dançado...eheheheh.
Pergunto-me como ter tido tanto sucesso essa música...yaghhhhhhhhhhhhhh
E mais ainda, como é que dei por mim no carro a cantar..."chorando se foi quem um dia só meu fez chorar, chorando estará ao lembrar de um amor que um dia não soube cuidar..."eheheheheheheheh...bad, bad, bad...
Mas aposto que não devo ter sido a única...e para ajudar à festa o Pedro Ribeiro dizia:- Não me diga que está a cantar a música no carro"...
Ah pois é...que tristeza...eheheheheheheh
Até a Foquinha olha para mim indignada...
Beijos

quinta-feira, fevereiro 09, 2006

Quase...


Porque não deixar-vos aqui, um toque do meu amigo Mário de Sá-Carneiro?
Para continuarmos bem o dia...
"um pouco mais de sol, eu era brasa.Um pouco mais de azul, eu era além, para atingir, faltou-me um golpe de asa..."
É lindo...tocante...apaixonante...triste é certo...impotente sim ...mas sobretudo maravilhosooooooooooooooo.

Um pouco mais de sol - eu era brasa.
Um pouco mais de azul - eu era além.
Para atingir, faltou-me um golpe de asa...
Se ao menos eu permanecesse aquém...

Assombro ou paz? Em vão... Tudo esvaído
Nm baixo mar enganador de espuma;
E o grande sonho despertado em bruma,
O grande sonho - ó dor! - quase vivido...

Quase o amor, quase o triunfo e a chama,
Quase o princípio e o fim - quase a expansão...
Mas na minh'alma tudo se derrama...
Entanto nada foi só ilusão!

De tudo houve um começo... e tudo errou...
- Ai a dor de ser-quase, dor sem fim... -
Eu falhei-me entre os mais, falhei em mim,
Asa que se elançou mas não voou...

Momentos de alma que desbaratei...
Templos aonde nunca pus um altar...
Rios que perdi sem os levar ao mar....
Ânsias que foram mas que não fixei...

Se me vagueio, encontro só indícios...
Ogivas para o sol - vejo-as cerradas;
E mãos de herói, sem fé, acobardadas,
Puseram grades sobre os precipícios...

Num ímpeto difuso de quebranto,
Tudo encetei e nada possuí...
Hoje, de mim, só resta o desencanto
Das coisas que beijei mas não vivi...
.........................................
.........................................
Um pouco mais de sol - e fora brasa,
Um pouco mais de azul - e fora além.
Para atingir, faltou-me um golpe de asa...
Se ao menos eu permanecesse aquém...

terça-feira, fevereiro 07, 2006

Para quem não leu...

Upsssssssssssss esquecia-me...Esta é para partilhar...
Capa do Inimigo Público...temos "os do Governo" a pedir a Bill Gates não faça Delete mas sim, download de euros...
ehehehehehahahahahahaha lindooooooooooooooooooooo
Beijos

Falta-me algo...um café talvez...eheheheheh


Eh pá...hoje estou sem inspiração, falta-me algo...não sei o que hei-de escrever...
Aliás para ser sincera, tenho muitas ideias em mente, para depositar aqui...mas não me apetece...fiz uma "viagem" ao passado por causa de algo que li...e ainda estou em transe...
É curioso como certas palavras têm tanto efeito s/ nós...dizem-nos tanto e fazem-nos viajar no tempo. E não interessa quem as escreve (o facto de conhecermos ou simpatizarmos com a pessoa não influencia em nada, pelo menos comigo é assim), interessa sim, como se escreve...é como alguém que chega e diz mil e uma coisas, mas isso não o leva a lugar nenhum...e depois aparece outra pessoa que diz o mesmo, precisamente o mesmo, mas de uma maneira tão bela e tão sentida que faz o mundo parar...é caso para dizer que uns têm, outros não... são os imortais, nunca pertencem a ninguém, nem a lugar nenhum...
Beijos

segunda-feira, fevereiro 06, 2006

Choque religioso...

O assunto é mais grave e sério do que se imagina, não estivessemos nós a falar dos Muçulmanos.
Por onde quer que passe, por onde quer que ande, leio:- Muçulmanos indignados com Cartoons alusivos a Maomé.
Um jornal dinamarquês publicou "cartoons" do profeta, os Muçulmanos sentiram-se humilhados o que originou uma onda de protestos e não ficou por aí...seguiu-se a publicação noutros países, entre eles Espanha, Noruega; França...
Agora está tudo descontrolado, apela-se à calma...mas acho que é tarde demais.
"Bandeiras dinamarquesas, francesas e norueguesas foram queimadas em Nablus, na Cisjordânia e, em Gaza, o pregador da Grande Mesquita afirmou, perante milhares de fiéis "Não aceitamos desculpas. Deve cortar-se a cabeça daqueles que publicaram essas caricaturas". "Xiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, como diria a Diana: Cacete.
"Ontem, apesar dos protestos, o jornal francês "Le Monde", para apelar à liberdade de opinião e dar elementos para compreender o debate, publicou mais duas das caricaturas. Apesar do aumento dos protestos e da tentativa de vários líderes mundiais em apaziguar a polémica."
E Portugal?? Anda "calmo" no meio dessa turbulência e ainda bem.

quinta-feira, fevereiro 02, 2006

É lindooooooooo...Não digam que não...

Aproveitando uma pausa para um excelente kit-kat...eheheheheh
Vou falar-vos de uma notícia que li num desses jornais que fazem com que o Português leia mais, por ser de distribuiçao gratuita...eheheheheh
Então a notícia era s/ uma promessa do José Castelo Branco (esperem vou ali vomitar) que tinha prometido um telemóvel a um menino, mal acabasse a Quinta dos Ranhosos...eheheheh
Então parece que até agora nada, o pai da criança está revoltado com a questão, porque diz que o filho todos os dias corre para o correio a ver se tem lá o telemóvel...O Dito Conde diz que não sabe de promessa nenhuma. Não sei quem está a mentir, mas também não interessa, o que interessa é que o miúdo anda no meio desta troca de "elogios"...naõ podia o pai poupar o filho e comprar-lhe a porcaria do telemóvel e dizer que tinha sido o Conde, como havia prometido???Não, é tudo uma questão de protagonismo...e querem saber o que respondeu o pai ao jornal, quando soube que o "Conde" disse não saber de mada???
Estão preparados???Estão mesmo????

"Se ele é homem que me telefone", ora ele bem pode esperar sentado...eheheheheheheh
"tem o meu número para esclarecermos tudo. E que não se atravesse no meu caminho que eu parto-lhe a boca toda..."
Parto-lhe a boca toda?????Parto-lhe a boca toda??????eheheheheheheheheh
É lindooooooooooo...mto lindoooooo
Acho que esta notícia devia correr mundo, com o título: "Portugal no seu melhor"
Beijos