Mixikó

"Apesar de tantas provações, a minha idade avançada e a grandeza da minha alma fazem-me achar que tudo está bem." Sófocles, Édipo

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa

"Esse Universo enfim, sem dono, não lhe parece estéril nem fútil. Cada grão dessa pedra, cada estilhaço mineral dessa montanha cheia de noite, forma por si só um mundo. A própria luta para atingir os píncaros basta para encher um coração de homem. É preciso imaginar Sísifo feliz". Camus,O Mito de Sísifo

sexta-feira, março 31, 2006

Fascinante...


Era eu a falar para esconder a saudade...

quinta-feira, março 30, 2006

Hi...

"Do you come for fun?
No, I came for you"
Ontem ouvi uma música na Radar...maravilhosa...
Tenho pena que não ligue a quem canta, depois de ouvir a música fico a cortar os pulsos...porque nunca me lembro de quem é...a de ontem...posso dizer que me sugou a atenção até ao tutano...se não posso, já disse...e fiquei um bom bocado a ouvir e parecia que não tinha fim...na realidade eu não queria que tivesse fim, estava tão bem...há músicas que nos transportam...para lado nenhum.Sim, estranho?Entendo. Mas a ideia é essa mesmo...ficarmos queitos, parados no tempo, entre o céu e a terra e ouvir...simplesmente, sem estar propriamente com uma depress, ou sem elaborar uma tese sobre: para onde nos transporta a música...algo assim do género...
Lembro-me de uma férias em Setembro (juro que n ão estou a cantar aquela música, eheheheh), passadas em casa dos meus primos...tinhamos sempe presença marcada, ao final do dia no quarto do meu primo para ouvir....Carmina Burana...lindo...e tão alto que ouvíamos...e ouvia-se sempre a minha tia cá em baixo a dizer que o meu primo estava com uma depressão...só por ouvir aquela música...mas não era nda disso, ouvíamos pelo simples prazer de...ouvir carmina Burana.Porque temos de arranjar sempre uma justificação para os nossos actos???Bahhhhhhhhh
Beijos

quarta-feira, março 29, 2006

É esta a noite...

"Esta noite há talvez luar, cometas
e gafanhotos de asas de prata
preenchendo todo o céu.
Esta noite,provaremos desse fruto
estranho às aves,
apenas consentido
à mordedura dos poetas,
no ardor de um qualquer Maio.
Esta noite,todos os relógios
do mundo serão nossos:
esta noite provaremos do amor."
Entre Ausência e Esquecimento, João de Mancelos
Lindo...

terça-feira, março 28, 2006

Sign the petition please...



http://www.stopthesealhunt.ca/site/apps/ka/ct/contactcustom.asp?c=dhKPI1PFIqE&b=453621

segunda-feira, março 27, 2006

Estás ai Lobo??


Olá Lobo, se vires este post...manda notícias à malta, por aqui...
Que tal tudo por ai??Por aqui, o ar está mais fresco, menos poluído...
eheheheheh...porque tu partiste??Nãaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...
Beijos...

P.S. Abriu a caça às focas no Canadá...visão do terror...
A IFAW (International Fund for Animal Welfare) é uma organização canadiana, que teve o seu início há cerca de 3 décadas, quando um grupo de cidadãos anónimos se juntaram para denunciar e lutar contra a atrocidade da caça às focas bebés

http://www.ifaw.org/ifaw/general/default.aspx?oid=17767#

http://www.greenpeace.org.br/oceanos/oceanos.php?

Fim de Semana Cultural...

Com a pequenada...e que bem que sabe...
Passeio turístico no comboio de Belém...vejam lá que só agora, que vergonha (eu sei), vi capela da Ermida de São Jerónimo, construída na mesma época que o mosteiro, num ponto bem estratégico, e com uma vista espectacular, belas fotos se podem tirar,desde a barra de entrada do porto de Lisboa até à ponte sobre o Tejo. O mais engraçado foi explicar à pequenada, quando ouviu a gravação da Guia, que não era uma ervilha mas sim uma Ermida, perguntava então a pequenada: Ervilha??Porque se chama ervilha?Ervilha e ermida tem tudo a ver, não é?Eheheheheheh
No domingo, depois de vermos uma peça infantil no Chapitô, que os miúdos adoraram, fomos dar um passeio pelo Castelo de S. Jorge...cada recanto tem uma história para contar, e miúdos e graúdos deixam-se sempre encantar...e assim se passou um fds cultural com a pequenada, que também gosta...só ficou por ver, a Exposição da Frida Kahlo...a pequenada perguntava: podemos pintar também também, ou só podemos ver a pintura?Mas, o caos em Belém era tanto por acusa da meia-marotona que desisti...e sai dali o quanto antes...
Mas ficou a promessa no ar, de levar a pequenada a ver a exposição de Frida Kahlo: - "Pensaram que eu era Surrealista, mas nunca fui. Nunca pintei sonhos, só pintei a minha própria realidade."
Beijos

terça-feira, março 21, 2006

Até que ponto nos damos a conhecer...

Ontem, um gaijo que eu curto buerére (para usar um termo técnico, como diz alguém que tmb gosto), disse-me entre outas coisas, o seguinte:
“às vezes somos apenas e só a imagem falsa do que demonstramos ser.”
Confesso que fiquei preocupada, no entanto sei que nem sempre podemos estar bem...quem diz que sim, só pode ser um tonto. Mas temos sempre tendência a projectar aquela imagem de que tudo vai bem, de que nada nos afecta...pois sim.
Até que ponto conhecemos as pessoas que nos dizem algo?Até que ponto, essas pessoas se dão a conhecer verdadeiramente?Quem estabelece esse limite?Onde começa e onde acaba?Será que as pessoas no seu dia-a-dia se preocupam com questões do género: Só me vai conhecer até onde eu deixar, só vai conhecer o que eu quiser mostrar.Não sei, só sei que a maioria ergue uma capa de defesa, com medo de se dar a conhecer...Só que por vezes esquece-se de tirar essa capa, e transforma-se numa rocha, em que nada a afecta...nada a derruba...bad...bad...bad...porque mais tarde, essa rocha acaba por se desfazer em bocados, e quando olhamos para o chão, vemos bocados de nós...partículas soltas que tentam em vão juntar-se, mas a fragilidade já é tanta que não se consegue.O que é melhor? Erguer um muro à nossa volta?Mostrando aos outros uma falsa imagem do que somos?O que é pior? Dar a conhecer o nosso verdadeiro "eu"?Não sei...
Deixo no ar e aguardo respostas...
Ah...e não vale perguntar: qual foi a pergunta mesmo??Eheheheheh
Beijos

segunda-feira, março 20, 2006

Inocência...

Tradução: do Lat. innocentia
s. f., qualidade de inocente;singeleza;ingenuidade;estado de pureza;candura, castidade;ausência de culpa ou de pecado.
Existirá alguém mais inocente do que as Crianças??Tadinhas...
Neste fds, tivemos em casa os miúdos, não os miúdos da galinha, mas os miúdos de um casal amigo...eheheh. E às tantas eu estava a jogar dominó com o meu pirilampo e amiguita, deixámos claro, o baby de lado...ele não gostou e vai daí, atira-se às peças do dominó...foi então que me lembrei de lhe dizer: - Vai ser se a tia está no quarto(eu mesma, eheheheh)...e ele foi, só assim conseguimos uma pausa para jogar...tadinho.Quando volta diz-me: - na tá. Depois olha para mim e diz: -tá qui...Tadinho...
Faz-me pensar, como é possível, haver pessoas que fazem mal a uma criança, que é tão fácil de enganar e que não tem defesa nenhuma??Para mim, deviam de ser todos fuzilados...
Beijos

sexta-feira, março 17, 2006

Como não podia deixar de ser...mais um Inimigo Público

Organismos oficiais elaboram lista de 100 mil portugueses essenciais ao País, em caso de pandemia da gripe das aves. (...)

Teste: Voce é prioritário?

1 - É vencedor de um Prémio Nobel?
2-Foi titular num afinal da Liga de Campeões?
3-Foi candidato ao Pritzker, aos Emmys ou ao Prémio das Astúrias?
4-Possui mais de cem milhões de euros no saldo da sua conta bancária?
5-Alguma vez fez sexo desenfreado com Angelina Jolie e/ou Brad Pitt?
6-Já foi astronauta?
7-(...)
10 - Sabe falar e escrever correctamente mais de 30 línguas incluindo 12 línguas-mortas?
Se respondeu sim, a uma ou mais respostas, muitos parabéns: é um cidadão prioritário e vai integrar a lista de cem mil cidadãos da DGS.Se respondeu não a todas as perguntas,esqueça o Tamiflu. Feche-se na despensa.

ehehehehehehahahahahahahahhaha...realmente...
beijos

quinta-feira, março 16, 2006

Por este andar...

A pedido de muitas famílias venho aqui dar um alô...
gostava de saber o que se passa com os gajos do nosso Portugal...é só gajas soltas, lindas, charmosas e...e...e... por ai...o que me está a escapar??
Alguém me pode responder??
Estava a pensar em abrir uma agência...acho que me safava bem...
Vi em tempos aquela série do Dr. Phil, sabem na TV Cabo?
Pois, o programa era s/ casais que se conheciam na Net e que marcavam encontros...
Tanta, mas tanta gaija solta e muitas delas giras, eu não percebo porque têm de recorrer à Net para conhecerem um gaijo fixe...mas tudo bem...onde está o problema...nelas ou...neles?
Beijos

segunda-feira, março 13, 2006

How could an angel break my heart...

quarta-feira, março 08, 2006

A propósito...

Funeral Blues

Stop all the clocks, cut off the telephone,
Prevent the dog from barking with a juicy bone,
Silence the pianos and with muffled drum
Bring out the coffin, let the mourners come.

Let aeroplanes circle moaning overhead
Scribbling on the sky the message He Is Dead,
Put crepe bows round the white necks of the public doves,
Let the traffic policemen wear black cotton gloves.

He was my North, my South, my East and West,
My working week and my Sunday rest,
My noon, my midnight, my talk, my song;
I thought that love would last for ever; I was wrong.

The stars are not wanted now: put out every one;
Pack up the moon and dismantle the sun;
Pour away the ocean and sweep up the wood,
For nothing now can ever come to any good.

W. H. Auden

I love it...kiss

terça-feira, março 07, 2006

Brokeback Mountain: "Love is a force of nature"

Se tivesse um cão seria Óscar...Gosto...apeteceu-me dizer isto...

Os Óscares já não são o que eram..é tudo uma treta,mas enfim...O que ganhou o melhor filme, não foi o mesmo do melhor realizador...e por ai fora...Sabiam que Ang Lee agradeceu em chinês?E sabiam que as partes "quentes" do filme Brokeback Mountain foram censuradas na China...ah pois foi...que tristeza...adiante.E por falar em Brokeback Mountain, adorei o filme...em todos os sentidos, quase que me apetecia, não fosse o poder visual ser importante, apetecia-me sacar de um caderninho e ir escrevendo as passagens mais marcantes (sim, porque a memória já não é o que era...eheheheh). A banda sonora tem tudo a ver com o filme, é nostálgica mesmo como eu gosto, entra em nós e não sai tão cedo...as paisagens que testemunharam aquele amor que o tempo não apagou, mas que não teve força suficiente de um lado, para uma união (sempre presente o medo do que o que "os outros" possam pensar e tão intemporal). E os actores?Ambos excelentes...eheheheh, sim, mas deixando isso de lado, tiveram um desempenho magnífico...O Heath Ledger (Ennis Del Mar), fogo...Há dias vi outro filme dele...é impressionante a mudança da personagem, que ele assume em todos os sentidos.Talvez por ter visto outro filme dele, consegui separar bem o actor da personagem...aquele jeito de falar, aquela postura...brilhante...mesmo.E a vontade do Jack Twist (Jake Gyllenhall) tão verdadeira, tão intensa em ficar com ele...achei o máximo...quase doloroso...e o final?Tanto que ficou por dizer e vamos por ai, a tentar adivinhar o que queriria dizer aquele: "Eu juro..."
Estive a ver umas criticas na Net s/o filme e partilho as seguintes: " let me say that it's been one of the most unexpected emotional rides I've ever had in a movie theatre.With an honesty that is more unique than rare. Heath Ledger is, quite simply, extraordinary and Jake Gyllenhaal's commitment moved me and enthralled me."
"I was seriously moved by this movie. You'll find that it will be forever etched in your mind as it tends to haunt you afterward with a bittersweet yearning for that impossible, unfinished love the two men shared - this film will live with you for a long, long time. "
"Brokeback" stops being the "gay cowboy film," and begins to represent real love by any standard or example. "Brokeback Mountain" is an intimate story of affection, but it decimates the heart with passion and clarity"
"Jake is also incredible, sweet, nuanced, loving. He had the difficult part of being essentially the "love interest" rather than the main character. By the end, he personifies the tragedy of hopes that never come to be - as captured perfectly by Lee with the cut between the flashback of Jake's longing and beautiful face next to Jake 20 years later worn down by the weight of dashed dreams, wondering what could have been. This is one of those movies where you find that you fully appreciate both performances of the two men, Heath and Jake, equally, but perhaps one before the other over time. I was first blown away by Heath's performance, which seemed to eclipse Jake's performance - but over time, I've learned to truly appreciate what Gyllenhaal did here and how utterly perfect his portrayal really is."
Vejam...
Beijos

segunda-feira, março 06, 2006

Lost...


- O que é um erro? É uma realidade não ocorrida
- Não existem erros então? Não…
- Existem certezas? Não…
- Existe a saudade? Não sei…Mas se sim, foi porque deixou uma marca indestrutível.
- Posso chorar, de saudade? Não…dizem que se chorares perdes tudo o que viveste.
- E será que volta sempre? Não…nada volta
- Mas se não volta, se tudo acaba, como sinto?
Não sei…é saber vê-la chegar e saber vê-la partir.
Beijos

sexta-feira, março 03, 2006

E por fim...

"Violência infantil: a culpa é dos micro-ondas:
Uma criança de 5 anos rachou a cabeça ao pai com um taco de baseball e vazou um olho à mãe, por estes se terem esquecido de lhe comprar os cromos dos "Morangos com Açúcar". O progenitor - que pediu anonimato por medo de represálias por parte do filho - é um pedopsiquiatra famoso, daqueles que aparecem na TV a falar muito baixo e com um sorriso bonzinho. "Desta vez, o Vasquinho excedeu-se um bocado", admitiu, "cheguei a pensar dar-lhe um raspanete. Mas depois percebi que a culpa não é dele, que é uma criança meiga e adorável. A culpa é da TV. E dos micro-ondas".Para este especialista, "todas as crianças são boas.Até a criança que há dentro de Osama Bin Laden é uma ternura".As causas da violência infantil devem procurar-se "no sistema que as oprime", e tanto podem ser "a exclusão social, a internet e o jornal da tvi", como "os jogos dec onsola, os ténis com bolhas de ar, as alterações climáticas, o José Peseiro,os hambúrgueres,as crónicas do Vasco Pulido Valente ou...". As explicações do pedopsiquiatra ao IP foram abruptamente interrompidas pelo Vasquinho que, irritado com um episódio do Noddy, entrou na sala de serra eléctrica em punho e cortou um braço ao pai. "Mau, mau,mau, Vasquinho,então isso faz-se?Agora o pai ficou sem bracinho! O menino hoje não come sobremesa ao jantar, de castigo!".

E mais...

Inquérito: De que vai ter mais saudades em Jorge Sampaio?

Jeremisa Carrapeto - Tenho pena que ele se vá já embora, porque era só uma questão de umas semanitas para me dar mais uma medalha para além das oito que me arranjou. As medalhinhas fazem-ns falta porque vou derretê-las para fazer uns dentes novos, que esta placa até com Cerelac se parte.

Pedro Santana Lopes - Do modo como mudou a minha vida. Quando o Dr. Sampaio dissolveu o meu governo, fiquei tão em baixo que me quis atirar de uma ravina. Mas se não fosse isso nunca tinha conseguido o papel do incompreendido aluno de liceu Tito Giraço na nova série dos "moranghos com Açúcar"."
eheheheheheehehahahahahahahahah

E porque hoje é sexta-feira...

É dia do "Inimigo Público"...o que não foi, mas que poderia ter sido...eheheheheh

"Novos médicos portugueses vão treinar partos em bonecas de plástico, de maneira a terem uma experiência o mais realista possível ao que os espera no futuro.De igual maneira,ao que o IP apurou com a possibilidade de uma alteração da lei da interrupção voluntária da gravidez, os novos médicos portugueses estão a treinar a prática de abortos em bonecas Barbie, vestidas a rigor, "para simular de forma o mais realista possível as tias de cascais e as suas filhas, que fazem os seus abortos em Londres e que poderão fazê-los de futuro em Portugal", revelou um médico que prefere paermanecer anónimo, ao IP. De igual modo, os futuros médicos legistas vão começar a treinar com bonecos Action Man, para melhor simularem os agentes da autoridade que passam a vida a serem abatidos a tiro em Portugal."
Lindoooooooooooooooo...

Ahhhh...lindo...






Alvor...maravilhoso...estão a ver lá ao fundo, o imenso areal??
É a famosa (eheheheheh) praia de Alvor...kms e kms de areia, para ninguém chatear... Ao lado, temos outras praias mais pequenas, como esta: a Prainha...
Digam lá se não é uma coisa ma linda...tudo e isto e muito mais...poder abraçar a vista lá de cima e sentir que tudo podemos, que somos donos do mundo...que não há prisões para os pensamentos criativos, nem para a loucura...beijos

quinta-feira, março 02, 2006

A passagem:1968/1969

Este fds, voltei a "viajar" no tempo e remexi no espólio que me foi deixado e escolhi este texto para partilhar...Dedico este post a uma pessoa que já não está entre nós…
E onde quer que esteja, espero que esteja a sorrir e que saiba que apesar da distância que sempre houve, eu continuo a gostar dele...

Um olhar pelo mundo pelo Jornalista Sobral de Oliveira:

“ - O ano de 68 ficará para sempre na História por uma série de acontecimentos científico-político-sociais, qual deles o de maior significado e consequências positivas para o beneficio do Homem.Exemplos? A nível nacional, poderei destacar o desaparecimento do prof. Oliveira Salazar da cena política, a possibilidade da mulher portuguesa votar, e um sensível abrandamento na censura à impressa, por todos tão desejada e de muitos temida.(…) Logicamente que se tornará difícil uma escolha. Mas eu seria capaz de apontar o abrandamento na censura à Impressa (ao nível nacional) e a histórica viagem à Lua (ao nível Internacional),
como dos mais significativos acontecimentos deste 68 que hoje acaba por entre gargalhadas de alegria fictícia (enquanto se ouve o “pum” das garrafas de espumoso a abrir) dos que se esquecem que no Mundo há fome e que a grande maioria não tem hoje dinheiro para comprar um bocado de pão, quanto mais para brincar às passagens de ano.

2- Para 1969 desejaria que todos os seres humanos vivessem melhor (…) onde muitos milhares de homens,mulheres e crianças (...) continuam a viver num ambiente impróprio para seres humanos.
E gostaria (também), que houvesse mais lealdade entre os homens, com menos pancadinhas nas costas e menos sorrisos cínicos a bailar nas bocas dos mercenários (assim os rotulo), da
desonestidade.”

Beijos