Mixikó

"Apesar de tantas provações, a minha idade avançada e a grandeza da minha alma fazem-me achar que tudo está bem." Sófocles, Édipo

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa

"Esse Universo enfim, sem dono, não lhe parece estéril nem fútil. Cada grão dessa pedra, cada estilhaço mineral dessa montanha cheia de noite, forma por si só um mundo. A própria luta para atingir os píncaros basta para encher um coração de homem. É preciso imaginar Sísifo feliz". Camus,O Mito de Sísifo

terça-feira, setembro 26, 2006

Quando a máscara cai...

As pessoas têm sempre uma oportunidade para mostrar o que valem...mais cedo ou mais tarde, a máscara acaba por cair...se for esse o caso.Cabe a cada um nós, saber tirar partido desse momento que pode ser único...e descobrir que afinal esse tipo de pessoas move-se pelo interesse...ok, e poder-me-ão perguntar: mas não nos movemos todos por algum interesse?Sim, eu diria que sim...mas aquele interesse escondido que visa manipular este ou aquele, em funçao de um objectivo que desconhecemos...esse é imperdoável...e claro, quando as máscaras caiem as pessoas que até então, ficavam sempre bem na fotografia, mostram o seu azedume todo...é mpressionante...como é que nem capacidade têm para não deixar que isso aconteça...Ainda me admiro...não sei como...

Aqui vai outro espaço que vale a pena espreitar...beijos dixubo

segunda-feira, setembro 25, 2006

Mas...mas...parte II

- Então o que vai ser hoje?Hoje vai comer menina.
- Só um galão p.f.
- NUnca ninguém a obrigou a comer?
- Mas eu como lá para as 10h00.
- havia de ser comigo.Havia de obrigá-la a comer logo de manhã (upsss), eu hoje já comi 3 pêras e uma sandes de presunto (ena)...
- Pois , mas eu não consigo.
- Olhe que eu já me separei 3 x por causa disso,mulher minha não fica sem comer de manhã menina.(pronto, já não posso casar-me com ele).
Bem...lá tive de comer um bolito, para não sair de lá com uma cadeira na cabeça...
Até é engraçado...porque a sua preocupação é autêntica...e isso é tão raro nos nossos dias, non é vero?

sexta-feira, setembro 22, 2006

Autor mexicano...

Carlos Fuentes "he querido darle voz a la miseria,la violencia y la insatisfacción de la gran mayoría de los mexicanos"

"P. Terminamos como empezamos.Qué quiere decirle a sus lectores?
R. Al lector no quiero decirle nada,quiero que él me diga algo a mí,que me responda através de la lectura,sino para qué publico.Qué me dice el lector a mí?Yo ya sé lo que traté de decir,pero no sé lo que dije hasta que el lector me responda.Adónde va él barquito de papel que uno pone en las aguas del río?Como va a ser recebido,cómo lo van a leer? Ése es el gran misterio de la escritura y la gran exposición del escritor. Soy vulnerable,estoy abierto,tengo el pecho aquí,tiren!Balaceen!O láncenme flechas!Cupido,por dios!"

In, El País, entrevista a Carlos Fuentes de María Luisa Blanco

quinta-feira, setembro 21, 2006

Adeus tristeza...

Na minha vida tive palmas e fracassos
Fui amargura feita notas e compassos
Aconteceu-me estar no palco atrás do pano
Tive a promessa de um contrato por um ano
A entrevista que era boa
E o meu futuro foi aquilo que se viu

Na minha vida tive beijos e empurrões
Esqueci a fome num banquete de ilusões
Não entendi a maior parte dos amores
Só percebi que alguns deixaram muitas dores
Fiz as cantigas que afinal ninguém ouviu
E o meu futuro foi aquilo que se viu

Adeus tristeza, até depois
Chamo-te triste por sentir que entre os dois
Não há mais nada pra fazer ou conversar
Chegou a hora de acabar

Na minha vida fiz viagens de ida e volta
Cantei de tudo por ser um cantor à solta
Devagarinho num couplé pra começar
Com muita força no refrão que é popular
Mas outra vez a triste sorte não sorriu
E o meu futuro foi aquilo que se viu

Na minha vida fui sempre um outro qualquer
Era tão fácil, bastava apenas escolher
Escolher-me a mim, pensei que isso era vaidade
Mas já passou, não sou melhor mas sou verdade
Não ando cá para sofrer mas para viver
E o meu futuro há-de ser o que eu quiser
Refrão
Fernando Tordo

E nasceu mais um blog...

Mais um não...que este tambem é especial...o arqueólogo finalmente teve coragem..
Ora espreitem...
Beijos per tutti

terça-feira, setembro 19, 2006

Mas...mas...

Eh páaaaaaaaaa...Está a ser um constrangimento, tomar o pequeno almoço no café do costume...se eu não tenho vontade de comer nada, e fico só pelo chá ou chinesa...lol...e quando digo isso 3 x...porque raio o empregado insiste?
"Menina, coma";"Menina, não quer comer nada mesmo?";"Menina, tem de comer"...upsssssss...lá vem ele: "menina, coma qualquer coisa". Mas...mas...qual é a parte do EU NÃO QUERO COMER NADA que não entende?Dá vontade de perguntar, mas fico só pela vontade, porque afinal, ele é atencioso. Acredito que esteja mais preocupado com a minha saúde, do que em vender. E para rematar, veio ter comigo e disse-me: "Tem de comer algo de manhã.Sabe o que eu comia agora?"(estou muito interessada...mázinha), "comia 3 pregos de uma vez, com cervejas"(eram 8 da manhã), e eu: " frangos??Agora??"; "não menina, pregos; 3 pregos com cerveja". Ahhhhhhhhh...(Já estava a vê-lo a pôr-me os pregos pela goela...coma...coma...coma...visão do infernoo)Bêjos

segunda-feira, setembro 18, 2006

upssssss

Quando vemos que nos enganamos na campainha, porque raio ficamos à espera que nos abram a porta?Só para mostrar que somos bem educados ao dizer: - desculpe, foi engano?Apanha-se com cada um, que me arrependo sempre de ficar à espera...

sexta-feira, setembro 15, 2006

Psttttttttttt...

um link da docinho, descoberto há dias..passem por lá e deixem-se encantar e encomendar...lol

sabem aquele tipo de pessoas que adora forçar uma intimidade à frente dos outros?Aos olhos dos outros parece que nos conhecem tão bem, tudo fachada...e voces vão a passar e são tantos os rasgos de elogios que até enerva?Mas, quando viram costas sentem as facadas.Nunca vos aconteceu?Eu sinto isso, sempre que passo por uma menina aqui...é uma sensação horrível.Mas, qual o meu espanto hoje, fui buscar um cafetito e vejo uma colega que gosto e que "me dá nas orelhas", porque me tinha mandado uma msg para eu vir com ela para o trabalho, e eu não consegui responder. Vai dai, disse que eu era muito distraída e blábláblá...e eu, "pois sabes que sim, desculpa não deu para te responder".
No meio desta galhofa entra a tal menina, que ouve a conversa toda e saiu com esta:-"menina ...., tu também és assim, estás a falar da...mas és igual", ao que a minha colega fixe responde: "mas ela é pior do que eu", ao que a "cobrinha" sublinha a fluorescente:-"menina...conheço-te há anos e sempre foste assim, pior ainda"...Bemmm, imaginam que eu queria tudo, menos uma discussão por causa de mim.Mas a minha colega fixe acabou o assunto e disse "está bem" e beijos p mim...

Isto para dizer, que achei o episódio caricato.Nunca esperei ser "defendida", embora nunca tivesse sido "atacada"pela pessoa em questão...Fez-me questionar se eu não estaria a ser injusta com ela, a pensar isso dela...porque a reacção que ela teve, foi muita espontânea, franca..não "cheirei", nem senti nenhuma falsidade, nenhuma hipocrisia da boca dela.Não seria estranho, se ela se metesse na conversa, a chamar-me pelo diminutivo e a dizer que eu não era nada distraída...Mas, não foi nada disso.Talvez eu esteja a ser injusta com ela, mas aquela sensação de que ela me atira com uma faca, mal viro costas, não me larga...
Estarei a ver mal?Bahhhhhhhhhh

quinta-feira, setembro 14, 2006

Reflexão...


"Tudo o que é bom, dura o tempo necessário para ser inesquecível"
Autor desconhecido...

quarta-feira, setembro 13, 2006

Ganda cromo...

Ontem vi um cromo...daqueles raros, sabem?
Ia a je a passar no Chiado, tralálálálálátrálálá...eis que olho para o lado e dou de caras com...um gajo cheio de estilo.Fiquei tentada em chegar ao pé dele e dizer: puxa,você é a personificação da elegancia e beleza, mas depois pensei que ele não devia saber o significado de...beleza e elegancia...ahahahahahah. Era um cromo como eu não via há séculos...parecia que tinha saído do baú da Vovó Donalda...camisa aberta...claro, a visivel alcatifa peluda...todo de ganga (eu adoro ganga), mas com a camisa de ganga toda dentro das calças...e o cinto cá em cima..ou melhor debaixo da sovaconga...ehehehehehe...lindo...e o melhor: tinha madeixas no cabelo...mas não eram madeixas de jogador de futebol...lol...que esses podem dar-se ao luxo de ir a um bom cabeleireiro...digo eu...não são como uns e outros, que vão a cabeleireiros de fernão ferro e trazem o mostruário de tintas no cabelo...Arqueólogo xiuuuuuuuuu, mas não resisti...ahahahaha. E o pior de tudo, é que ele tinha a mania que era bom...desculpem lá...mas gajo que é gajo não faz madeixas no cabelo...isso é coisa de gaja pá...

terça-feira, setembro 12, 2006


Ahhhhhhhhhh...
segunda já foi???? eheheheh
Bahhhhhhhhhhhhhh
P.S. Alguém me diz porque raio, algumas mães não deixam as professoras fazer o seu trabalho?São tão inconvenientes que têm de ser "expulsas" da sala... pelas próprias professoras...(a profª queria começar a aula e certas mães, não paravam de tirar fotos lá dentro, só faltava sentarem-se na carteira c os filhos).Ontem foi o primeiro dia de aulas...na primária...soube bem...aquele momento...Vê-lo já no grupo dos crescidos...aquele olhar envergonhado, mas que dizia "eu fico bem"...O tempo passaaaaaa...

sexta-feira, setembro 08, 2006

Síndrome do Restaurante Chinês

Alto lá...Tive há dias, horas gloriosas...eheheheh, ao ler um artigo na proteste sobre este assunto.Era sempre gozada,não imaginam...
cada vez que ia a um chinoca...porque no final do jantar sentía-me
sempre mal...muito esquisita...com estranhas sensações...Com isto, deixei de ser gozada...nada como lermos...
"O que popularmente se conhece como a síndrome do restaurante chinês não é um tipo de intoxicação alimentar por produto químico. Ao contrário, trata-se de uma reação de hipersensibilidade ao glutamato monossódico (GMS), uma substância que acentua o sabor e é freqüentemente utilizada na culinária chinesa. Em indivíduos suscetíveis, o glutamato monossódico pode produzir uma sensação de pressão na face, dor torácica e sensação de queimação em todo o corpo. A quantidade de glutamato monossódico que pode causar esses sintomas varia consideravelmente de pessoa para pessoa.
Efeitos irritantes. Alimentos como o curry podem irritar o intestino. O glutamato monossódico pode causar uma doença conhecida como a síndrome do restaurante chinês, que resulta em dor no peito, palpitações e fraqueza"

quinta-feira, setembro 07, 2006

Meus amores e minhas amoras...

Não tenho nada para dizer...
Brincadeira...
Estou sem pachorra para...
Bahhhhhhhhhhhhhhh
Temas interessantes tenho sempre, pelo menos para mim são...
Mas, estou sem paciência para escrever...
Beijos per tutti

terça-feira, setembro 05, 2006

Sem comentários...

Era uma vez...
Era uma vez um Bar...cheio de gente...música alta...tudo o mais que consigam imaginar...
Era uma vez um casal...podre de bebado...era uma vez, uma menina de 5 anos a chorar,nesse Bar...vejo-me a tentar consolar a miúda que chora no meio daquele barulho, a ver se consegue atenção do pai ou da mãe...a rapariga do bar, veio falar comigo, chocada, porque me disse que foi ter c a mãe da miúda (mesmo sabendo que esta estava imprópria para consumo), e disse que a menina tinha sono, e queria ir para casa...ao que a dita mãe respondeu-lhe: -ser mãe é uma seca. O que eu posso dizer a uma pessoa que me fala assim??Perguntou-me a rapariga que trabalhava no Bar...nada...nada mesmo.
Fui ter com a miúda e perguntei: Porque choras? Quero a mamã…
Olha n chores, faz-me um desenho..tens sono não é?Fiquei sem reacção…como era possível?
E ela,olhou para mim...eu devo ter feito uma cara, que me disse: - já não tenho sono, vou-te fazer um desenho…
E lá me ía contando histórias, já bem disposta (mais do que eu, mediante aquele cenário), quando me diz: tenho uma irmã, vou fazer-te a cara dela.
- Ai é? Quantos anos tem a tua mana?
- Tem 6…
- E onde está agora?
- Em casa.
- Com quem?
- Sozinha…
- o quê????Sozinha em casa, com 6 anos? Fiquei transtornada, ao que ela me diz:
- mas olha,ela não tem medo, sabes e não está sozinha…está com o nosso pit bull…
Ena..fico mais descansada...pensei...fogo...aparece o pai (n se aguentava em pé, a mãe já estava caída no chão...eh pá...), e eu digo-lhe: - olha, ela está cheia de sono, devia de ir dormir.
Sabem o que o cromo local me respondeu?? " não posso fazer nada, estou com uma ganda pica".
O quêeeeeeeeeeeeeeeeeeeee?????????????????????????????????
Apareceu o dono do Bar que os conhecia e lá os mandou para casa...

segunda-feira, setembro 04, 2006

Eu pronuncio teu nome
nas noites escuras,
quando vêm os astros
beber na lua
e dormem nas ramagens
das frondes ocultas.
(...)
Eu pronuncio teu nome,
nesta noite escura,
e teu nome me soa
mais distante que nunca.
Mais distante que todas as estrelas
e mais dolente que a mansa chuva.
Amar-te-ei como então
alguma vez? Que culpa
tem meu coração?
(...)
Se meus dedos pudessem
desfolhar a lua!!

Garcia Lorca

Encontrei um amigo nas férias, lá de baixo. Era um rapaz espectacular,sem manias... puro…era verdadeiro…era amigo.

Recuando um pouco no tempo, quando me alistei no Exército, fui encontrá-lo no regimento de comandos…achei incrível ver ali, um amigo meu…
Quando o vejo entrar na sala de Sargentos, fiz um sorriso natural, de quem fica feliz por ver uma pessoa amiga…mas, desfiz no mesmo instante em que oiço: -"então meu sargento, como está?" O quêeeeeeeee?????????Eu nem queria acreditar no que ouvia…o meu entusiasmo foi-se…não estava à espera daquele tratamento tão distante…só porque ele era Oficial e eu Sargento, e estávamos no meio de soldados…tamanha ingenuidade…desisti de pensar nele como pensava…seguiu-se um desanimo e esbocei um sorriso…

No dia seguinte, procurou-me para irmos beber um café…apetecia-me mandá-lo dar uma curva, mas olhava para ele e ainda via aquele rapazola que conheci…e lá aceitei…era o mesmo rapaz, mas com uma agravante: mta, mta cagança na sua postura. Ainda perguntei, porque me falou assim…ao que ele respondeu que à frente dos soldados não se podia dar abébias (aiaiai).No café, outros sargentos que lá estavam, que se davam comigo, fugiam dele, sem eu perceber porquê…mais tarde, já com eles, perguntavam-me como é que eu me dava com “aquele pit bull”…que o gajo era marado…
Tive muita pena que ele tivesse mudado tanto…eu não tinha pachorra para “aquele cromo”…E declinei todos os outros convites para cafés.

Era mais um, dos que julgavam que perdíamos algo, ao falarmos com soldados. Como uma vez, estava eu a chegar de fds e ao entrar no portão dos Comandos, passo e cumprimento os soldados de serviço, detenho-me a falar com um que era meu vizinho de Alvor(que me perguntou: "então sargento o fds foi bom?"), nada de mais, e sou logo chamada à parte pelo oficial de serviço, a perguntar-me que intimidades eram aquelas com um soldado…ao que respondi, que o soldado era meu vizinho e que eu falava com ele e com eles, da forma como eu queria…que canseira…este tipo de atitudes…muitos pensavam que valiam mais que outros, só pelo que tinham em cima dos ombros…enfin…

Voltando ao presente, esse meu amigo que vi nas férias, por tudo isto, pensei em não lhe ligar nenhuma...mas vi-o tão abatido, tão diferente...tão igual àquele rapazola que conheci em tempos, que não resisti a falar com ele, como se o tempo tivesse parado, na época do Liceu.

sábado, setembro 02, 2006

Da janela do meu quarto, vejo o imenso céu... a lua lá do alto, percorre a noite com um fraco clarão...percorre em mim para tentar encontrar a resposta...mas em vão.
Da janela do meu quarto, vejo uma só estrela no céu, e ao som de Bizet tento docemente trazê-la até mim...
Daria tudo, para ter o teu brilho um só momento...
Daria tudo, para tentar achar a resposta...o silêncio esmagador cai pesadamente sobre mim...
Por um breve instante...voltar a acreditar...que o céu ainda se pode encher de estrelas...basta querer...e que fazem de mim, a mais bela das criaturas...que não vê, não ouve...mas que sente verdadeiramente e cheia de emoção, espalha magia e encanto às almas adormecidas...
Mixikó

sexta-feira, setembro 01, 2006

Correntes...

Volta e meia as correntes voltam à blosgosfera, a a. fez o favor de me intimar para uma...aqui vai sem pestanejar,o q penso quando digo o alfabeto (é um fetiche que tenho...
dizer o alfabeto eheheheh)
A de alfa (lol)
B de Beta (eheheh)
C de charlie (imaginativo)
D de delta (demorei para encontrar)
E de esforço (para trabalhar)
F de foxtrot (vai uma dança?)
G de gomas (q.b)
H de Hello, (está ai alguém?)
I de India (“A cidade de Alegria” de Dominique de Lapierre)
J de Jacaré (eles andem ai)
K de Kit Kat (faça uma pausa)
L de lima (vai uma caipirinha?)
M de m… (isto nunca mais acaba?)
N de nó (glup)
O de oscar (onde é que já ouvi isto?)
P de Praia (que saudades)
Q de quero voltar pá tropa (ahahahahah)
R de raios (se te apanho)
S de sair (daqui para fora )
T de tomás (meu tesouro)
U de ui (vais pagá-las)
V de volta (estás perdoada)
W de www. (esta foi fraquita )
X de xadrez (o Tomás é que me ensina as regras…lol)
Y de yogurt (detesto)
Z de Zeus (mitologia grega,para os mais distraidos)
prontesssssssssss...era suposto passar a 5 pessoas...mas deixo para quem quiser fazer...